Prova de Vinhos Herdade do Cebolal

Prova de Vinhos Herdade do CebolalA Herdade do Cebolal é um projecto familiar que se localiza no litoral alentejano, concelho de Santiago do Cacém, a pouco mais de 10Kms de Porto Covo. Por estranho que possa parecer, pertence à região demarcada da... Península de Setúbal. Faz sentido... :)

Na apresentação que fizeram dos seus vinhos, no Clube dos Jornalistas em Lisboa, esse cariz familiar veio ao de cima. Luís Mota Capitão, a face (e bigode) mais visível deste projecto, apresentou os vinhos em conjunto com o enólogo António José Saramago e os seus pais. Quebrando a tradição familiar de ser médico ou veterinário, Luís desde muito novo que quis dedicar-se ao campo. Após receber, em conjunto com a irmã, esta herdade decidiu reconverter vinhas e reconstruir os lagares, para levar a sério o projecto vitivinícola. Essa paixão percebeu-se em todas as palavras durante a noite. A vontade de querer fazer um vinho à sua imagem, em vez de ser só mais um, também se percebeu nos copos.

BSE 2012

BSE 2012>Nome: BSE
Tipo: Branco Seco
Colheita: 2012
Região: Setúbal
Castas: Antão Vaz, Arinto e Fernão Pires
Graduação: 12%
Produtor: José Maria da Fonseca
Preço: <5€

Ao contrário do que possam pensar, o BSE não está minimamente relacionado com aquela doença celebrizada há alguns anos: BSE significa Branco Seco Especial, e é um clássico.

Secar umas garrafas com... Pingus Vinicus

Secar umas garrafas com... Pingus VinicusQuis o acaso do destino que o primeiro convidado do "Secar umas garrafas com..." fosse o Pingus Vinicus, personagem do "xôr professor" Rui Miguel Massa, a quem já se pode chamar um jurássico do mundo dos blogs de vinhaça.
Era para ser um jantar com mais pessoas, mas uns armaram-se em cortes e aproveitámos para meter isto em prática, antes que passassem mais 3 anos desde que a ideia surgiu.

O blog dele, Pingas no Copo, é dos que mais gosto de ler. Gosto de ler pela diferença, pela paixão, por ser parcial e não se importar com isso, pelas divagações meio alucinadas que nos transportam para cenários que poderiam ser de um filme do David Lynch se ele gravasse umas cenas no Dão (no fim não temos a certeza se percebemos).

Secar umas garrafas com...

Secar umas garrafas com...Nos tempos em que ainda não sabíamos o que era a vida de pais, frequentávamos tudo o que era evento de vinho e que, diga-se de passagem, eram muito menos do que hoje em dia!
Uns dos meus preferidos eram os “Venha beber uma garrafa com...” na Wine O’Clock.

O conceito era simples: Era convidada uma pessoa ligada ao vinho e qualquer um se podia inscrever para ir “beber uma garrafa com...” ela. O anfitrião, que na altura em Lisboa era o Carlos Jorge, escolhia uma garrafa (às vezes mais) que era provada às cegas por toda a gente, incluindo o convidado.

Páginas